Cuidados a ter com as flores

 Cuidados a ter com as flores

Se acabou de receber um arranjo de flores, sorria! 🙂

Sem dúvida é uma pessoa muito acarinhada por quem lhe ofereceu, pois oferecer flores é um acto muito bonito de amor e carinho.  É sem dúvida das demonstrações de carinho mais antigas e carinhosas de sempre. A flor é algo tão bonito e delicado, que quando oferecemos é isso mesmo que queremos transmitir: beleza e delicadeza.

No entanto, muitas vezes, após a felicidade de ter recebido flores, deparamo-nos com uma grande questão:

 

Como cuidar das flores para que elas possam durar mais tempo?

 

Todos nós que já sentimos o prazer de receber flores mas também já sentimos a tristeza de ter que as deitar fora após terem morrido. Por vezes, morrem em pouco tempo e o problema não é a florista ou a qualidade das flores. O problema é como é que as guarda e cuida. Se já se questionou sobre isso, nós temos a resposta.

Em primeiro lugar, é preciso conseguir entender o que é que faz a planta morrer.

Claro que um dos principais motivos é a velhice. A planta pura e simplesmente chega ao fim da vida e morre. Mas há outros motivos que a fazem morrer mais rápido.

O caule das flores é composto por microcanais, que se assemelham aos nossos vasos sanguíneos, que transportam a água e os nutrientes desde a base até às folhas e pétalas. No processo de respiração da flor, quando o ar é liberto pelas folhas, os canais “sugam” a água até ao topo da flor e deste modo mantêm-na toda hidratada e nutrida.

Acontece que, quando a flor é cortada, não só esta deixa de receber esses nutrientes que recolheria do solo, como entra ar pelos canais que acabam por entupir-se impedindo a absorção da água e nutrientes. Além disso, o mesmo acontece com fungos e bactérias que naturalmente se vão acumulando na base do caule e entupi-lo também.

 

O que fazer para contornar essa questão e fazer com que as plantas durem mais?

  1. Prepare a jarra. Limpe-a muito bem com água e sabão para evitar a proliferação de fungos e bactérias na água.
  2. É natural algumas folhas exteriores aparentem estar menos frescas. São deixadas assim propositadamente pela florista para proteger as pétalas interiores. Um dos primeiros passos passa pela retirada das pétalas menos frescas, para que as pétalas interiores se revigorem. Não faça isso em flores de pétalas semelhantes às dos girassóis ou gerberas, pois as pétalas arrancadas já não voltam a nascer!
  3. Após isso, retire todas as folhas presentes no caule que poderão entrar em contacto com a água. A florista costuma retirar quando faz sentido, mas se o seu arranjo ainda tiver folhas que possam entrar em contacto com a água, por favor retire-as para que estas não apodreçam e causem a proliferação de bactérias na água. As bactérias e os fungos entopem os canais que transportam a água desde a base do caule até à flor e estas acabam por morrer mais rapidamente, como explicado anteriormente.
  4. Corte os caules das flores na diagonal (45graus), cerca de 2 a 3 cm acima do final do caule para que a flor consiga absorver melhor a água e os nutrientes e para retirar a parte do caule que poderá já estar entupida por ar e microrganismos. Este processo será mais eficaz se o fizer com o caule submerso em água. Porquê? Porque assim em vez de ar, o que entrará nos caules das flores será água que hidratará a mesma em vez de entupir os canais do caule. Repita este processo várias vezes, pois é frequente o acúmulo de bactérias e fungos na base do caule que acabam por impedir a absorção de água.
  5. Coloque a água (e aqui está outro segredo!) que deverá estar morna, por volta de 40 graus. Tenha cuidado para que a água não seja quente demais porque poderá “cozer” a flor. A água morna sobe com mais facilidade até ao topo da planta ajudando a nutrir e hidratar mais rapidamente a mesma. A esta regra fogem as tulipas e restantes flores de bulbo que preferem água mais fresca.
  6. Dilua uma colher de açúcar na água (o açúcar vai nutrir as flores) e coloque duas colheres de sumo de limão ou vinagre. O limão contém acido cítrico e diminui o Ph da água para aproximadamente 3. Isso vai ajudar a flor a absorver a água. Para evitar a proliferação de fungos e bactérias, poderá também colocar umas gotinhas de lixívia na água.
  7. Coloque as flores na água (aproximadamente um palmo) e mantenha-as longe de vento, sol direto ou calor, porque isso poderá fazer com que elas desidratem mais rápido e como consequência morram mais rápido também. Atenção que estas devem ter claridade na mesma, apenas não devem ficar em contacto direto com o sol. Já o girassol, uma flor heliotrópica (ou seja, move-se consoante a luz solar) deve ter mais claridade que as restantes flores e poderá ser colocado à janela, mas também não deve ter contacto direto.
  8. Repita estes passos frequentemente, aproximadamente de dois em dois dias ou de três em três.

 

Dicas extra e conselhos de amigos

Já reparou no processo de “nascimento” de uma fruta? A árvore floresce e só após a morte e queda das flores é que a fruta amadurece. Por esse motivo, deixe as flores longe de frutas pois estas libertam uma hormona vegetal chamada etileno que fazem com que as flores envelheçam mais rapidamente. Por algum motivo a flor das árvores morre para que a fruta amadurece!

E se as flores já começarem a estar murchas? O que fazer? Bem simples, com este truque a sua flor poderá reviver e durar muito mais ainda! 😊

Numa bandeja com água morna, corte o caule da flor na diagonal como explicado anteriormente. Deixe a flor durante 20 minutos a 1 hora submersa na água para que ela se hidrate na totalidade. Apesar deste truque ser maravilhoso, nem sempre é possível reviver a flor porque a desvantagem das flores é que estas morrem.

Por fim, maravilhe-se com as flores e sorria! Agora já tem flores bonitas e frescas por mais tempo.

 

 

ChefPanda noutras línguas

Meios de pagamento

Siga-nos

Facebook Icone Icon          Instagram Icone Icon 1        Contacte-nos via WhatsApp

© ChefPanda 2022

Onde entregamos: top 7 cidades

Lisboa: entrega de flores e/ou bolos

Porto

Vila Nova de Gaia

Cascais

Almada

Braga

Faro

X